Mitos que inibem o uso do cinto de segurança

MITO: Cinto de segurança é um objeto inconfortável ou intolerável

FATO: Em primeiro lugar, as pessoas podem achar os cintos de segurança desconfortáveis, confinantes ou insustentáveis, simplesmente porque não estão acostumados a usar este essencial equipamento de proteção. As pessoas que já fizeram da utilização do cinto um costume são capazes de comprovar que, uma vez que seu uso se torna um hábito, não existe desconforto ou inadequação. Lembre-se sempre que o grave desconforto provocado pelos grandes acidentes com automóveis de maneira alguma se compara ao desconforto que você pensa sentir usando um cinto de segurança.

MITO: Os cintos de segurança do meu automóvel não funcionam

FATO: É essencial que todos notem que os cintos de ombro mais recentes são produzidos a fim de que você possa se movimentar à vontade, mas eles ainda serão bloqueados durante freadas repentinas ou falhas. Muitas pessoas confundem esta liberdade de locomoção como um mecanismo com defeito. Os cintos de 3 pontos, mais novos, são planejados para travar somente no momento em que o carro altera de velocidade ou de direção de repente, e não quando o passageiro muda de lugar.

MITO: com airbag implantado, o cinto pode ser alterado

VERDADE: Airbags dão proteção complementar em falhas frontais, entretanto os condutores podem deslizar sob eles, se não estiverem usando um cinto de segurança. Além de tudo, os airbags não auxiliam no impacto lateral ou na parte de trás ou colapsos de rolagem. Os condutores têm que utilizar um cinto de segurança para proteção em todos os casos de falhas.

MITO: no decorrer de um incêndio ou debaixo d’água, eu sou capaz de ficar preso no cinto

FATO: Acidentes envolvendo fogo ou água acontecem em apenas cinquenta por cento de todas as colisões. Então, isso não acontece sempre. Apesar disso, na ocasião em que eles acontecem, a melhor probabilidade de sobrevivência repousa em continuar consciente, sem ferimentos e em total posse de suas faculdades. O maior risco é o impacto que antecede o fogo ou a submersão na água. Se você não estiver empregando um cinto de segurança, é bastante possível que você seja golpeado desacordado ou seriamente ferido. Caso você esteja com cinto, é bastante possível que você possa desabotoar o cinto e sair de uma condição de incêndio ou do carro submerso.

MITO: Eu escolheria ficar desatado em uma colisão

FATO: Ser projetado para o exterior do automóvel de maneira segura em uma batida é quase impossível. Na ocasião em que você é lançado, você é capaz de escapar pelo para-brisa, ser arrastado ao longo do asfalto, ou inclusive atropelado pelo seu próprio automóvel. A ideia de ser jogado de um veículo e aterrissar brandamente em uma região gramada do lado da rodovia é verdadeira imaginação. Sua melhor alternativa em uma batida é permanecer dentro do veículo, seguramente preso pelo cinto de segurança.

MITO: cintos de segurança podem te lesionar em uma colisão

cintos-seguranca-machucam FATO: os cintos de segurança usados corretamente esporadicamente ocasionam ferimentos. Se o fizerem, as lesões costumam ser contusões leves e, no geral, são menos graves do que seria a circunstância sem qualquer cinto. Sem cintos de segurança, você teria sido lançado longe do veículo e ficado perigosamente ferido. É verdade que, muitas vezes, a força de uma colisão é tão grande que nada poderia impedir ferimentos. Estudos revelaram consistentemente que os ferimentos em batidas mais sérias teriam sido muito piores se os cintos de segurança não fossem usados.

MITO: Eu não vou muito distante e não colocarei o cinto

FATO: Este é o comentário que inúmeras pessoas que habitam em regiões rurais utilizam sempre que questionadas por qual razão não utilizam cinto. É necessário lembrar que a grande parte dos falecimentos por acidentes acontecem dentro de quarenta quilômetros de casa e a velocidades de menos de 60km/h. Isso destaca que a condução diária de uma residência de um vizinho para outro, para o colégio, ou para a loja da esquina significa o maior perigo.

LENDA: Com prudência, as chances de acidente são pequenas

FATO: Esta é uma atitude que é geral para tudo o que fazemos. É confortável cogitar que os acidentes somente ocorrem com outras pessoas. No entanto, uma em cada 3 pessoas vai ser seriamente ferida em uma colisão de carro em algum momento no decorrer de suas vidas. Esse é, efetivamente, um sério perigo. Nós nunca sabemos quando isso irá ocorrer ou como isso vai ocorrer. A resposta: utilizem sempre o cinto.

MITO: Eu sou um excelente condutor, não irá acontecer comigo

FATO: você é capaz de ser um bom motorista, contudo você nem sempre pode controlar os outros motoristas nas rodovias. As estatísticas vinculadas aos acidentes de veículos e aos motoristas embriagados são devastadoras. Mesmo se você estiver guiando defensivamente, um condutor embriagado que se aproxima na próxima curva pode não ser. Novamente, você jamais sabe o que pode ser que aconteça. Divirta-se de maneira segura. Ponha o cinto em cada passeio.